Sabe, quando a gente tem vontade de encontrar a novidade de uma pessoa, quando o tempo passa rápido quando você está ao lado dessa pessoa, quando dá vontade de ficar nos braços dela, e nunca mais sair. Sabe, quando a felicidade invade quando pensa na imagem da pessoa, quando lembra que seus lábios encontraram outros lábios de uma pessoa, e o beijo esperado ainda está molhado e guardado ali em sua boca. Que se abre e sorri feliz quando fala o nome daquela pessoa, quando quer beijar de novo muitos lábios desejados da sua pessoa, quando quer que acabe logo a viagem que levou ela pra longe daqui.

Nando Reis.   (via aprendizdepoeta)